Pular para o conteúdo principal

Internet Old School


Lembro como se tivesse sido ontem (mentira que eu tenho amnésia da braba) o primeiro dia em que usei o computador. Primeiramente, ele demorou uma eternidade para iniciar. O sistema era o Windows 98 e o mais legal de todos os programas era o paint. Sem internet dava pra fazer pouquíssimas coisas e, dessa forma, joguinhos como o Solitaire (paciência) pareciam ser extraordinários. Aqui vai uma lista dos principais fatores que me fazem amar e sentir muita saudade da nossa querida antiga internet:

INTERNET DISCADA
Imagine aquele som do chiado que fazia quando estava sendo conectada. Sentiu nostalgia? Pois é, ficar acordada depois da meia-noite porque era mais barato pra minha idade era uma loucura #v1d4l0k4. E quando a internet caia por causa de uma ligação? Oh, céus!

E-MAIL
Ter o meu próprio e-mail foi uma das coisas que eu achei mais legal e importante do momento! De acordo com meu pensamento de bebê, quando meu tio criou meu e-mail eu me tornei uma pessoa responsável e fui levada realmente a sério. Me senti uma adulta!

DOWNLOAD
A palavra "download" era desconhecida pela Thayna de 12 anos. Músicas eram enviadas de amigos por bluetooth, filmes pegos de locadoras e livros não faziam parte do meu agrado. E quando eu comecei a baixar as coisas da internet pra minha mãe tudo era vírus. Levei várias broncas por causa disso, mesmo nunca tendo colocado um cavalo de troia no computador.

THE SIMS
Foi o primeiro jogo que me viciou imensamente. Eu tenho uma história bem longa com The Sims e essa relação nem começou com o próprio jogo. Lembro como se fosse hoje, quando eu era pequena eu costumava passar muito tempo brincando com meus primos. Minha prima é mais velha que eu e teve um dia que eu fui com ela e meu primo pra casa da amiga dela. A amiga dela tinha um joguinho ~que eu não sei o nome~  no estilo de the sims que você ficava cuidando do bonequinho, mandando nele e etc. Foi amor no primeiro clique! De verdade, até hoje eu adoro The Sims. Só não jogo diariamente porque estou ficando velha e, consequentemente, sem tempo.

ORKUT
Criar um álbum com 50 fotos onde você faz a mesma pose, fuçar os visitantes recentes, participar de comunidades como o "Odeio segunda-feira" com o Garfield de perfil, ser o topo dos depoimentos, deixar recados glitterinados e ser 100% confiável, legal e sexy.

MSN
Mandar indireta no subnick, dedicar teu subnick para um amigo querido, sair e entrar várias vezes só pra fazer o boy te notar, decorar o nick, mandar áudios engraçados, emoticons, winks (sim, aquelas animações que tomavam conta da sua tela), o comando "chamar atenção", ter um mini infarto quando ele fica online, escrever da forma mais escrota e achar legal (onde eu tava com a cabeça?)... MSN foi uma época maravilhosa!

AMIZADES VIRTUAIS
Amizade virtual pros meus pais ainda é sinônimo de estranhos pedófilos que eu não devo ter contato. E olha que eu tenho 18 anos! Conheci meus primeiros amigos virtuais através do site exclusivo para os fãs de crepúsculo que era www.crepusculo.ning.com. Esse site não existe mais, porém me rendeu lindas amizades (tô falando de vocês mesmo, Lilian e Monique ♥). Tive muitos, muitos amigos virtuais e mantenho contato com alguns até hoje. Foi nessa época também que eu descobri o que eram fakes, ganhei experiência em descobri-los e passei a ser um radar fake por algumas amigas. Sempre que alguém muito bonito adiciona elas, elas vêm até mim perguntar se é o perfil real da pessoa ou se é um fake (e quase sempre é um fake #paradeilusão).

BLOGOSFERA
Entrei cedo no mundo da blogosfera. Minha primeira interação foi com a plataforma ning. Criei um fansite sobre a saga crepúsculo com minha amiga, depois entrei no blogger continuando o fansite e só em 2010 surgiu meu primeiro blog pessoal com plano de fundo preto e cores fortes e chamativas #shame. Ainda bem que evolui!

FLIPERAMA
O Fliperama foi o primeiro site de joguinhos que eu conheci. Já joguei pelo menos uma vez cada jogo de lá. Meu preferido era o Flash Sonic.

CADÊ
Antes do Google, quem realmente ostentava poder era o Cadê. E pra você ter ideia do quanto é antigo, quem usava era minha mãe para fazer os trabalhos acadêmicos dela e os meus também.

Esta foi a minha primeira contribuição com o Rotaroots! Gostaram? Se identificou? Conta! :*

Esta publicação faz parte do Rotaroots, um grupo de blogueiros que tem o objetivo de resgatar a época de ouro dos blogs pessoais, incentivando a produção de conteúdo criativo e autoral, sem ser clichê e principalmente, sem regras, blogando pela diversão e pelo amor. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Postagens mais visitadas deste blog

A nova tendência do cabelo descolorido e suas variações

Eu tô chocada que eu tô criando muita publicação no blog sobre Moda & Beleza que não é da minha essência. Quer dizer, eu acho lindo e adoro acompanhar, mas quase nunca crio coragem pra meter a cara e tentar fazer alguma dessas coisas que eu idolatro. Será que eu vou mudar isso futuramente? É uma mudança bem radical a gente descolorir o cabelo e, por exemplo, mudar algo que era preto para loiro. Já observei muito essas mudanças radicais entre pessoas influentes como artistas e queria compartilhar com vocês esse estilo que eu tô admirando bastante ultimamente.

A artes digitais absurdamente belas de Tati MoonS

Minha gente, eu descobri esse perfil do instagram por meio do twitter e eu fiquei sem fôlego com o tamanho do talento desta garota chamada Tatiana (auto-retrato na foto acima) com nome artístico de Tati MoonS. Ela é uma artista digital espanhola e dona dessas artes que estou prestes a apresentar a vocês.

As makes coloridas de Euphoria para se inspirar

E aí, meus queridos. Eu fiz justamente a publicação anterior falando sobre a série Euphoria para comentar algo que provavelmente vai marcar esta geração. Como eu falei na publicação sobre a série, além da estória em si a mesma também se destacou na parte visual tanto com a filmografia quanto os looks dos personagens, os cenários e as maquiagens. E como eu fiquei apaixonada, doida pra tentar refazer essas maquiagens e falhar, eu decidi apresentar esse trabalho incrível das principais maquiadoras e responsáveis por essas obras de arte. No caso são Doniella Davy e Kirsten Coleman, que eu já deixei o instagram pra vocês seguirem e acompanharem o trabalho delas.

Séries da Netflix: The Umbrella Academy

E aí, amiguinhos. Ontem, em plena sexta-feira, estreou a nova temporada dessa série queridíssima não só por mim, mas por vários outros seriadores. Como The Umbrella Academy é da Netflix, todos episódios da segunda temporada estavam disponíveis e eu sextei da melhor maneira não é, maratonando tudo em um dia. Sonho de princesa. É uma coisa maravilhosa, mas também pode ser um tremendo erro. Eu terminei de assistir tudo, fiquei na vontade de assistir mais e vou ter que esperar sabe-se lá quantos meses ou anos (a dramática). Percebi que ainda não tinha falado dela com vocês aqui, por isso estamos batendo esse papo.

Séries da HBO: Euphoria

Eita que eu tô feliz demais por compartilhar essa série massa com vocês. Euphoria é uma das minhas séreis favoritas. Ela tem um ingrediente mágico que a torna muito especial. Seria esta uma possível versão de Skins com adolescentes com problemas. Problemas relacionados a vícios, relacionamentos amorosos, busca pela identidade, traumas, rejeição, sexo, bullying, gravidez e aborto, orientação sexual e familiares. A série aborda principalmente o vício da Rue por drogas e como ela tenta combatê-lo. Euphoria se destaca também por causa dos seus looks com maquiagens coloridas e vestimentas impecáveis.