Pular para o conteúdo principal

Filmes da Netflix: The Half of It



Ai, gente. Esse foi o último filme que eu assisti e achei ele tão fofinho, sabe? Não posso dar muito spoiler, mas tem toda aquela pureza da primeira paixão. É um sentimento gostosinho que nos faz recordar dos nossos primeiros amores. Assisti que nem senti o tempo passar. Ele é bem bobinho mesmo, viu? Vai com tanta expectativa de abordar papo sério não e espero que tenha um segundo filme você saberá por quê.



Com aquele mesmo tema colegial o enredo inicia-se focado em Ellie, a garota inteligente e tímida que não tem amigos, onde é abordada por um garoto bobo, Paul, que diz estar apaixonado por Aster, a menina popular da escola, e precisa da ajuda poética de Ellie pra conquistar a garota que gosta. Mas aí acontecem reviravoltas nesse rolo que só assistindo pra saber.

Sinopse: Quando um atleta da escola pediu para Ellie Chu escrever uma carta de amor por ele, ela não imaginava que virariam amigos. E pior, que ela se apaixonaria pela crush dele.


Você pode assistir diretamente na Netflix ou baixar pelos torrents da vida. É só procurar direitinho que tu acha. Esse filme já dá pra rir um pouquinho e se distrair nesse fim de semana. Espero que tu curta!

Resenha

Aviso: Abaixo contém spoilers do filme.

É interessante como esse filme demonstra que às vezes acreditamos estar tão interessados em determinadas pessoas por questão de beleza, por aparentar ser legal, autêntica ou popular, mas na realidade só estamos interessados pela fantasia que criamos da pessoa. Estamos atraídos pelo o que imaginamos que ela seja até conhecermos sua verdade. Aí esse feitiço ou encanto acabam e o sentimento já não é o mesmo.



Paul combinou uma parceria com Ellie pra conquistar através de cartas e mensagens românticas a garota mais linda e legal da escola, mas no meio desse objetivo ele percebeu que não gostava de verdade da Aster e quem ele apreciava a companhia na realidade era a própria Ellie que havia se tornado sua amiga, enquanto que Ellie estava descobrindo sua sexualidade ao se apaixonar por Aster. Que rolo, não é?



O filme não trata apenas de sexualidade, mas também sobre relacionamentos em geral. Você pode se apaixonar por alguém e esse sentimento não ser recíproco. Acontece. Devemos naturalizar esses conflitos e seguir em frente com nossas vidas, sem ficar insistindo em algo que nunca vai acontecer da forma que você quer. É mais do que necessário nós aprendermos que nem tudo é pra ser. Se não for correspondido, não vale o esforço. Devemos nos conhecer e entender o que queremos, com quem queremos. E também não devemos criar tanta expectativa com situações que estão fora do nosso controle.

Ansiosa pra possível continuação.


FICHA TÉCNICA
Nome: The Half of It (2020)
Direção: Alice Wu
Gênero: Teen | Comédia | Drama | Romance
Duração: 1h45m
Avaliação: ★★★½☆ (3.5/5)

Postagens mais visitadas deste blog

A nova tendência do cabelo descolorido e suas variações

Eu tô chocada que eu tô criando muita publicação no blog sobre Moda & Beleza que não é da minha essência. Quer dizer, eu acho lindo e adoro acompanhar, mas quase nunca crio coragem pra meter a cara e tentar fazer alguma dessas coisas que eu idolatro. Será que eu vou mudar isso futuramente? É uma mudança bem radical a gente descolorir o cabelo e, por exemplo, mudar algo que era preto para loiro. Já observei muito essas mudanças radicais entre pessoas influentes como artistas e queria compartilhar com vocês esse estilo que eu tô admirando bastante ultimamente.

A artes digitais absurdamente belas de Tati MoonS

Minha gente, eu descobri esse perfil do instagram por meio do twitter e eu fiquei sem fôlego com o tamanho do talento desta garota chamada Tatiana (auto-retrato na foto acima) com nome artístico de Tati MoonS. Ela é uma artista digital espanhola e dona dessas artes que estou prestes a apresentar a vocês.

As makes coloridas de Euphoria para se inspirar

E aí, meus queridos. Eu fiz justamente a publicação anterior falando sobre a série Euphoria para comentar algo que provavelmente vai marcar esta geração. Como eu falei na publicação sobre a série, além da estória em si a mesma também se destacou na parte visual tanto com a filmografia quanto os looks dos personagens, os cenários e as maquiagens. E como eu fiquei apaixonada, doida pra tentar refazer essas maquiagens e falhar, eu decidi apresentar esse trabalho incrível das principais maquiadoras e responsáveis por essas obras de arte. No caso são Doniella Davy e Kirsten Coleman, que eu já deixei o instagram pra vocês seguirem e acompanharem o trabalho delas.

Séries da Netflix: The Umbrella Academy

E aí, amiguinhos. Ontem, em plena sexta-feira, estreou a nova temporada dessa série queridíssima não só por mim, mas por vários outros seriadores. Como The Umbrella Academy é da Netflix, todos episódios da segunda temporada estavam disponíveis e eu sextei da melhor maneira não é, maratonando tudo em um dia. Sonho de princesa. É uma coisa maravilhosa, mas também pode ser um tremendo erro. Eu terminei de assistir tudo, fiquei na vontade de assistir mais e vou ter que esperar sabe-se lá quantos meses ou anos (a dramática). Percebi que ainda não tinha falado dela com vocês aqui, por isso estamos batendo esse papo.

Vesgo: Músicas mixadas com aquele toque especial do brasileiro

E aí, meus queridos. Ultimamente estive animada para indicar coisas aqui no blog e aproveitando que conheci recentemente essa obra de arte presente no YouTube hoje a indicação é do canal de músicas chamado VESGO que tem uma leve semelhança do VEVO. Será que foi coincidência ou proposital? O idealizador do canal se chama Erickon Fox (foto abaixo). O canal existe desde 2015 e já conta com mais de 1 milhão de inscritos e mais de 233 milhões de visualizações em todos os vídeos. Sucesso que chama, né? Eu conheci esse canal após um vídeo de uma garota dançando a música Blinding Lights de The Weeknd na versão Os Barões da Pisadinha bombar na internet. Tais ligado na dança, né? Eu só fiquei como ela quando descobri esse canal show. Eu já amo músicas mixadas por vida, também amo música internacional e nosso som nacional aí pegando essa mistura de tudo o que eu gosto só deu em paixão à primeira visualização.