Pular para o conteúdo principal

Jogo para PC: GTA Vice City



E aí, minhas amizades sinceras. Hoje eu vim falar de um jogo que eu sou viciada desde que me entendo por gente. Eu lembro que na época eu pagava uns três ou dois reais pra ficar jogando GTA Vice City uma hora na lan house. E isso era o auge da minha época. Eu nunca consegui zerar esse jogo bendito, principalmente por causa daquela missão do helicóptero. Vocês lembrar? Era muito complicado controlar pra soltar as bombas nos barris. Mas aí rolou uma promoção na Steam com os jogos de GTA e a thayna criança me obrigou a comprar esse kit e me fez prometer que eu iria zerar o jogo. Antes de publicar qualquer coisa relacionada a GTA Vice City eu achei que seria bom apresentar o jogo a vocês pra quem não teve a incrível oportunidade de jogá-lo ainda.


Bem-vindo à Vice City. Bem-vindo aos anos 80.

Desde a década de cabelos grandes, fatos em excesso e pastel, conta a história da ascensão de um homem ao topo da pilha do crime. Vice City, uma enorme expansão urbana que varia da praia aos pântanos e do brilho ao gueto, foi uma das cidades digitais mais variadas, completas e vivas já criadas. Combinando uma jogabilidade de mundo aberto com uma narrativa baseada em personagens, você chega a uma cidade repleta de delícias e degradação e tem a oportunidade de assumi-la como quiser.

Tendo acabado de voltar para as ruas de Liberty City após um longo período de segurança máxima, Tommy Vercetti é enviado a Vice City por seu antigo chefe, Sonny Forelli. Eles estavam compreensivelmente nervosos com o seu reaparecimento em Liberty City, então uma viagem ao sul parecia uma boa idéia. Mas nem tudo corre bem quando ele chega à metrópole glamurosa e hedonista de Vice City. Ele está montado e fica sem dinheiro e sem mercadorias. Sonny quer seu dinheiro de volta, mas as gangues de motoqueiros, gângsteres cubanos e políticos corruptos estão no seu caminho. A maioria de Vice City parece querer Tommy morto. Sua única resposta é revidar e dominar a cidade.




Mas aí você deve estar se perguntando: "Nossa, Thayna! Um jogo antigo?! desse O que ele tem de tão especial pra você querer jogá-lo?" Pois que bom que você perguntou. GTA Vice City tem uma trilha sonora show de bola de músicas antigas, pra início de conversa. Vocês já podem ter uma noção com esse vídeo acima. Ele resumidamente é a estória de um carinha chamado Tommy que vai subindo na sua carreira de criminoso, fazendo missões que vão elevar suas condições financeiras e seu status de fama no mundo da máfia. Tem toda uma jogabilidade de corrida de carros, moto, helicóptero, lancha que você tem que aprender a conduzir. Tem umas armas leves, medianas e pesadas que o jogador vai conquistando com as missões. Ele abre negócios como boates e uma fábrica de sorvete. É um empreendedor nato e desenrolado demais esse Tommy.



O gráfico do jogo não é o que eu estou acostumada, que geralmente eu estou jogando jogos bem realistas com gráficos impecáveis, o que também o torna engraçado por que tem uns bugs que acontecem do nada com os pedestres e também tem uns macetes que a pessoa pode utilizar que tornam esse universo de possibilidades maior. Meu sonho de princesa era zerar esse e outros jogos da Rockstar Games. Sou bem cadelinha dessa empresa e já tenho muitos jogos deles como Grand Theft Auto III, Grand Theft Auto Vice City, Grand Theft Auto San Andreas e Grand Theft Auto V. Pretendo publicar sobre todos eles aqui no blog. Vamos zerar GTA Vice City juntos? Ainda tô decidindo se vai ser no YouTube ou no Twitch, mas daqui pra lá eu descubro e compartilho com vocês.

Um cheiro.


FICHA TÉCNICA
Nome: Grand Theft Auto Vice City (2003)
Desenvolvedor: Rockstar Games
Gênero: Ação | Aventura | Tiro | Corrida
Preço: R$ 14,99 na Steam
Armazenamento: 915 MB
Avaliação: ★★★★★ - ♡ (5/5)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A nova tendência do cabelo descolorido e suas variações

Eu tô chocada que eu tô criando muita publicação no blog sobre Moda & Beleza que não é da minha essência. Quer dizer, eu acho lindo e adoro acompanhar, mas quase nunca crio coragem pra meter a cara e tentar fazer alguma dessas coisas que eu idolatro. Será que eu vou mudar isso futuramente? É uma mudança bem radical a gente descolorir o cabelo e, por exemplo, mudar algo que era preto para loiro. Já observei muito essas mudanças radicais entre pessoas influentes como artistas e queria compartilhar com vocês esse estilo que eu tô admirando bastante ultimamente.

A artes digitais absurdamente belas de Tati MoonS

Minha gente, eu descobri esse perfil do instagram por meio do twitter e eu fiquei sem fôlego com o tamanho do talento desta garota chamada Tatiana (auto-retrato na foto acima) com nome artístico de Tati MoonS. Ela é uma artista digital espanhola e dona dessas artes que estou prestes a apresentar a vocês.

As makes coloridas de Euphoria para se inspirar

E aí, meus queridos. Eu fiz justamente a publicação anterior falando sobre a série Euphoria para comentar algo que provavelmente vai marcar esta geração. Como eu falei na publicação sobre a série, além da estória em si a mesma também se destacou na parte visual tanto com a filmografia quanto os looks dos personagens, os cenários e as maquiagens. E como eu fiquei apaixonada, doida pra tentar refazer essas maquiagens e falhar, eu decidi apresentar esse trabalho incrível das principais maquiadoras e responsáveis por essas obras de arte. No caso são Doniella Davy e Kirsten Coleman, que eu já deixei o instagram pra vocês seguirem e acompanharem o trabalho delas.

Séries da Netflix: The Umbrella Academy

E aí, amiguinhos. Ontem, em plena sexta-feira, estreou a nova temporada dessa série queridíssima não só por mim, mas por vários outros seriadores. Como The Umbrella Academy é da Netflix, todos episódios da segunda temporada estavam disponíveis e eu sextei da melhor maneira não é, maratonando tudo em um dia. Sonho de princesa. É uma coisa maravilhosa, mas também pode ser um tremendo erro. Eu terminei de assistir tudo, fiquei na vontade de assistir mais e vou ter que esperar sabe-se lá quantos meses ou anos (a dramática). Percebi que ainda não tinha falado dela com vocês aqui, por isso estamos batendo esse papo.

Vesgo: Músicas mixadas com aquele toque especial do brasileiro

E aí, meus queridos. Ultimamente estive animada para indicar coisas aqui no blog e aproveitando que conheci recentemente essa obra de arte presente no YouTube hoje a indicação é do canal de músicas chamado VESGO que tem uma leve semelhança do VEVO. Será que foi coincidência ou proposital? O idealizador do canal se chama Erickon Fox (foto abaixo). O canal existe desde 2015 e já conta com mais de 1 milhão de inscritos e mais de 233 milhões de visualizações em todos os vídeos. Sucesso que chama, né? Eu conheci esse canal após um vídeo de uma garota dançando a música Blinding Lights de The Weeknd na versão Os Barões da Pisadinha bombar na internet. Tais ligado na dança, né? Eu só fiquei como ela quando descobri esse canal show. Eu já amo músicas mixadas por vida, também amo música internacional e nosso som nacional aí pegando essa mistura de tudo o que eu gosto só deu em paixão à primeira visualização.