Pular para o conteúdo principal

Séries da Netflix: Cursed - A Lenda do Lago



Hannah Baker de 13 Reasons Why não está mais desaparecida. Ela mudou de ares e a atriz Katherine Langford foi parar na série Cursed como Nimue, a personagem principal que vive numa época medieval onde há castelos, reinos, magia e busca incessante pelo poder. Nimue é uma feérica que sofre preconceito e rejeição da vila em que mora por causa da sua ligação com a magia maléfica, ocasionada de um infeliz evento em sua infância. Sentindo-se triste por essa a opressão, Nimue decide deixar seu vilarejo e seguir pra outro lugar. Mas dando-se conta que perdeu o dia da embarcação no barco, a mesma retorna ao vilarejo e se depara com os temidos Paladinos Vermelhos, radicais religiosos inclementes com aqueles que consideram hereges, massacrando e queimando toda a sua família, amigos e vizinhos.



Encarregada por sua mãe no leito de morte de entregar uma antiga espada a um lendário feiticeiro chamado Merlin, ela é a única esperança do povo feérico. Apesar de não haver espaço para vingança em sua busca, o poder mágico crescente na garota não pensa em outra coisa. Nimue se une a um charmoso mercenário chamado Arthur e a refugiados feéricos de toda a Inglaterra, portando a Espada do Poder designada para o único e verdadeiro rei, enfrentando os Paladinos Vermelhos e o exército de um monarca corrupto. Ela luta para vingar a morte da família, manter seu povo unido e descobrir seu verdadeiro destino. E, talvez, a única coisa capaz de mudar o destino seja a lâmina de uma espada.

Sinopse: Com poderes misteriosos e uma espada lendária, Nimue embarca na missão de salvar seu povo na companhia do mercenário Arthur.



Eu amo tanto esses temas de fantasia medieval como The Witcher. Eu e minha mãe assistimos o trailer da Netflix, nos interessamos e decidimos maratonar a série nesse fim de semana. O que mais eu pude perceber durante a série é como pessoas religiosas ficam cegas seguindo uma causa desumana e justificando que é da vontade de Deus. Se você analisar direitinho, dá muito bem pra comparar com esse dia-a-dia e com o passado, julgando pessoas pela sua cor, orientação sexual ou poder aquisitivo. Nimue é uma garota inocente que devido às circunstâncias que se encontra depois da tragédia é obrigada a amadurecer rapidamente e tomar decisões difíceis para proteger seu povo e possibilitar um futuro de paz com toda a população.



Assim como em toda primeira temporada da Netflix a gente sempre fica com um gostinho querendo mais. A série é bem envolvente e tem desfechos bem bacanas, mas que poderiam ter sido trabalhados melhor com um pouco mais de ação. Passei aquela raivinha básica por que as coisas que eu queria que acontecessem não aconteceram, mas aí paciência né amores. Vamos ter que esperar a segunda temporada pra continuar acompanhando o desenvolvimento da estória e dos personagens, torcendo para o bem e orando pra senhora Netflix queimar todos paladinos. Vocês podem tirar a prova assistindo a série na Netflix. Pra quem ficou curioso querendo conhecer mais desse universo a série é baseada em um livro. Vocês podem conferi-lo na Amazon clicando aqui. Eu que não sou besta vou ler pra saber mais.


FICHA TÉCNICA
Nome: Cursed - A Lenda do Lago (2020)
Criador: Frank Miller,Tom Wheeler
Gênero: Fantasia | Medieval | Ação | Aventura
Duração: 1 Temporada - 10 Episódios - 60 minutos - 10h00m
Avaliação: ★★★★☆ - (4/5)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A nova tendência do cabelo descolorido e suas variações

Eu tô chocada que eu tô criando muita publicação no blog sobre Moda & Beleza que não é da minha essência. Quer dizer, eu acho lindo e adoro acompanhar, mas quase nunca crio coragem pra meter a cara e tentar fazer alguma dessas coisas que eu idolatro. Será que eu vou mudar isso futuramente? É uma mudança bem radical a gente descolorir o cabelo e, por exemplo, mudar algo que era preto para loiro. Já observei muito essas mudanças radicais entre pessoas influentes como artistas e queria compartilhar com vocês esse estilo que eu tô admirando bastante ultimamente.

A artes digitais absurdamente belas de Tati MoonS

Minha gente, eu descobri esse perfil do instagram por meio do twitter e eu fiquei sem fôlego com o tamanho do talento desta garota chamada Tatiana (auto-retrato na foto acima) com nome artístico de Tati MoonS. Ela é uma artista digital espanhola e dona dessas artes que estou prestes a apresentar a vocês.

As makes coloridas de Euphoria para se inspirar

E aí, meus queridos. Eu fiz justamente a publicação anterior falando sobre a série Euphoria para comentar algo que provavelmente vai marcar esta geração. Como eu falei na publicação sobre a série, além da estória em si a mesma também se destacou na parte visual tanto com a filmografia quanto os looks dos personagens, os cenários e as maquiagens. E como eu fiquei apaixonada, doida pra tentar refazer essas maquiagens e falhar, eu decidi apresentar esse trabalho incrível das principais maquiadoras e responsáveis por essas obras de arte. No caso são Doniella Davy e Kirsten Coleman, que eu já deixei o instagram pra vocês seguirem e acompanharem o trabalho delas.

Séries da Netflix: The Umbrella Academy

E aí, amiguinhos. Ontem, em plena sexta-feira, estreou a nova temporada dessa série queridíssima não só por mim, mas por vários outros seriadores. Como The Umbrella Academy é da Netflix, todos episódios da segunda temporada estavam disponíveis e eu sextei da melhor maneira não é, maratonando tudo em um dia. Sonho de princesa. É uma coisa maravilhosa, mas também pode ser um tremendo erro. Eu terminei de assistir tudo, fiquei na vontade de assistir mais e vou ter que esperar sabe-se lá quantos meses ou anos (a dramática). Percebi que ainda não tinha falado dela com vocês aqui, por isso estamos batendo esse papo.

Vesgo: Músicas mixadas com aquele toque especial do brasileiro

E aí, meus queridos. Ultimamente estive animada para indicar coisas aqui no blog e aproveitando que conheci recentemente essa obra de arte presente no YouTube hoje a indicação é do canal de músicas chamado VESGO que tem uma leve semelhança do VEVO. Será que foi coincidência ou proposital? O idealizador do canal se chama Erickon Fox (foto abaixo). O canal existe desde 2015 e já conta com mais de 1 milhão de inscritos e mais de 233 milhões de visualizações em todos os vídeos. Sucesso que chama, né? Eu conheci esse canal após um vídeo de uma garota dançando a música Blinding Lights de The Weeknd na versão Os Barões da Pisadinha bombar na internet. Tais ligado na dança, né? Eu só fiquei como ela quando descobri esse canal show. Eu já amo músicas mixadas por vida, também amo música internacional e nosso som nacional aí pegando essa mistura de tudo o que eu gosto só deu em paixão à primeira visualização.